Clínica Aurea Lopes

  • Home
  • Homens
  • Foliculite da Barba

A inflamação causa desconforto e pode levar ao aparecimento de cicatrizes na face e pescoço


A pele masculina por ser mais espessa que a da mulher, tende a ter menos rugas. Por outro lado, sofre mais com os sintomas da foliculite.

Trata-se de uma doença que costuma afetar os homens, quando os folículos pilosos infeccionados são os localizados na área da barba. Quando há foliculite, os pelos raspados, ao crescerem, curvam-se e voltam para o interior da pele, processo que leva à inflamação e, às vezes, à formação de cicatrizes na face e pescoço.

A foliculite da barba é caracterizada por urticária e pequenas lesões vermelhas e inflamadas, que surgem após fazer a barba; ao infeccionar, essas lesões podem desenvolver pequenos abcessos com secreção, causando dor e incômodo.

Ela é geralmente causada por pelos “encravados” e pela presença da bactéria Staphylococcus aureus - ou outras bactérias ou fungos na pele.

Tratamento – sabonetes antissépticos, medicamentos à base de corticoides e/ou antibióticos podem ser indicados pelo dermatologista.

Como prevenir - para evitar a foliculite da barba e diminuir os sintomas, importante adotar alguns cuidados:

  • Manter higiene periódica do material utilizado para barbear-se (lâmina ou barbeador elétrico);
  • Aplicar um creme hidratante após fazer a barba;
  • Evitar tentar arrancar o pelo inflamado ou estourar a bolha que se forma;
  • Cortar a barba no sentido do crescimento dos pelos.